Carta de custeio americano

dólares

Carta de custeio americano

Quando você decide viajar para os Estados Unidos, deve passar por um processo burocrático para conseguir o visto americano. Esse processo pode ser demorado e trabalhoso, mas se você contar com a assessoria da Porto Vistos, será muito mais rápido e prático realizar o processo de solicitação do seu visto americano, aumentando assim as suas chances de aprovação.

Dentre os documentos que você precisa para conseguir seu visto está a comprovação de que você tem condições financeiras de se manter no país pelo tempo que indicou sua permanência nos Estados Unidos na solicitação de visto. Nos casos em que não é você que paga a própria viagem – como em casos que você ganha a viagem de presente ou fará uma viagem de negócios custeada pela empresa – é necessário entregar uma carta de custeio. Este documento serve para comprovar ao Consulado dos Estados Unidos que, mesmo que você não tenha recursos próprios para garantir sua viagem de ida e volta e a permanência nos Estados Unidos, isso não deve ser um motivo para ter seu visto negado, pois sua viagem será custeada por outra pessoa ou empresa.

Ponte Golden Gate

No caso de viagem para turismo ou estudos, a carta de custeio deve ser escrita pela pessoa que irá custear a viagem. Veja um modelo abaixo:

Cidade, data


Parcele taxa consular e serviço Porto Vistos


Eu, (nome de quem irá custear a viagem), brasileiro(a), (estado civil), (profissão), RG nº (número do RG), inscrito sob o CPF nº (número do CPF), residente à (endereço, incluindo bairro e CEP), na cidade (cidade), declaro ao Consulado dos Estados Unidos no Brasil que a viagem de (tipo de viagem – turismo, estudos etc) presenteada a meu/minha (grau de parentesco com o viajante – filho, sobrinho, amigo, irmão), (nome do viajante), portador do Passaporte nº (número do Passaporte), residente à (endereço, incluindo bairro e CEP), na cidade (cidade), à cidade de (cidade de destino), (Estado de destino) nos Estados Unidos, será custeada integralmente por mim, incluindo os custos de emissão de visto, passagens aéreas, gastos pessoais, seguro de viagem e demais custos envolvidos.

(nome de quem vai custear a viagem)
(CPF de quem vai custear a viagem)
(assinatura)

O documento deve ser registrado em cartório, tendo a firma reconhecida, para que tenha validade no processo de visto. Nos casos de a viagem ser custeada por uma empresa para uma viagem de negócios, a carta deve ser feita em papel timbrado e também registrada e cartório.

Carta de custeio deve ser em português ou inglês?

Como você está pleiteando a entrada em um país que tem como idioma oficial o inglês, é comum acreditar que a carta deve ser apresentada nessa língua. Porém, assim como a entrevista é feita em português, todos os seus documentos podem ser apresentados na sua língua.

casa com bandeira dos EUA

Os agentes consulares americanos no Brasil dominam o português e são treinados para identificar e fazer a análise dos documentos apresentados, mesmo estando nessa língua.

Para garantir que você não terá problemas com a emissão do seu visto americano, conte com a assessoria da Porto Vistos. Auxiliamos durante todo o processo para que você tenha uma viagem de sucesso.

¹ Nota de esclarecimento: os procedimentos e regras sofrem constante alterações. O conteúdo desta página pode estar desatualizado. Favor confirmar informações por telefone ou e-mail.



[contact-form-7 id = “28347” title = “Visto Tripulante C1D”]

[contact-form-7 id=”28351″ title=”VISTO PARA NEGÓCIOS NOS ESTADOS UNIDOS – F1″]

[contact-form-7 id=”28355″ title=”VISTO DE TRABALHO NOS EUA – H”]

[contact-form-7 id=”28358″ title=”PASSAPORTE BRASILEIRO”]

[contact-form-7 id=”28361″ title=”PASSAGEM AÉREA”]

[contact-form-7 id=”28364″ title=”RESERVA DE HOTEL”]

[contact-form-7 id=”28368″ title=”SEGURO VIAGEM”]

[contact-form-7 id=”28371″ title=”PACOTES TURÍSTICOS”]