Visto americano para passageiros em escala

avião em pista de pouso

Visto americano para passageiros em escala

Ao realizar uma viagem internacional, é comum que seu voo pare em um país diferente do seu destino final para fazer escala ou conexão.

Mas se você vai apenas passar algumas horas no aeroporto do país ou simplesmente aterrissar, é necessário obter visto?

Depende. Assim como cada país tem suas próprias regras para ingresso, o mesmo acontece com passageiros em escala ou conexão.

Por isso, sempre que for viajar, procure saber quais são as normais dos países que você vai passar.

painel de aeroporto com chegadas e partidas


Parcele taxa consular e serviço Porto Vistos


Visto americano para fazer escala

Um dos países que causa a maior parte das dúvidas é os Estados Unidos.

Passageiros com destino ao México, Canadá, Japão e outros lugares que farão escala ou conexão em alguma cidade dos EUA precisam obter visto americano.

Essa exigência passou a ser feita em 2003, como parte das medidas de segurança adotadas após os atentados ao país, em 2001.

Em algumas das viagens, o passageiro não chega sequer a desembarcar do avião, mas até para pousar em solo americano é exigido o visto.

vista inferior de avião voando

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Visto de trânsito

Antes de falarmos sobre visto de trânsito é necessário entendermos a diferença entre escala e conexão.

Escala é quando o avião apenas para em um aeroporto antes de seguir ao destino final.

Conexão é quando os passageiros precisam desembarcar no aeroporto para trocar de avião.

Nesses casos, é possível solicitar o visto de trânsito, que tem validade improrrogável de 10 dias para uma única entrada no país.

No entanto, o processo para obtenção do visto de trânsito é o mesmo para o visto americano de turista.

Por isso, indicamos que – caso precise de visto para pousar nos EUA – o passageiro faça o processo para obtenção do visto americano, que tem validade de 10 anos, podendo ser prorrogado até 12 meses após perder a validade.

Com ele, será possível fazer o trânsito nos Estados Unidos e, caso pretenda viajar ao país nos 10 anos seguintes, já tem o documento de autorização de entrada.

Se você não tiver o visto dos países pelos quais irá passar, não chegará, sequer, a embarcar no avião.

Ingresse com a solicitação com a maior antecedência possível, a fim de evitar entraves para a sua viagem.

Conte com a Porto Vistos para auxiliar você no processo de obtenção Visto Americano, Visto Australiano, Visto Canadense e Visto Chinês.

¹ Nota de esclarecimento: os procedimentos e regras sofrem constante alterações. O conteúdo desta página pode estar desatualizado. Favor confirmar informações por telefone ou e-mail.



[contact-form-7 id = “28347” title = “Visto Tripulante C1D”]

[contact-form-7 id=”28351″ title=”VISTO PARA NEGÓCIOS NOS ESTADOS UNIDOS – F1″]

[contact-form-7 id=”28355″ title=”VISTO DE TRABALHO NOS EUA – H”]

[contact-form-7 id=”28358″ title=”PASSAPORTE BRASILEIRO”]

[contact-form-7 id=”28361″ title=”PASSAGEM AÉREA”]

[contact-form-7 id=”28364″ title=”RESERVA DE HOTEL”]

[contact-form-7 id=”28368″ title=”SEGURO VIAGEM”]

[contact-form-7 id=”28371″ title=”PACOTES TURÍSTICOS”]